Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.

A guerra do trading desportivo na Betfair

A guerra do trading desportivo na Betfair

O trading desportivo na Betfair é semelhante a uma guerra interminável. E em como todas as guerras, onde são necessárias armas, munições e controlo emocional, estamos sujeitos a matar, assim como morrer.

por Guedo04   |   comentários 0

Depois de me irritar com os sons do meu sistema que opero na Betfair, mais precisamente o som do clique na operação e o da efetivação da mesma, procurei a pasta de sons no arquivo de dados do programa e eliminei-os. Fiz o mesmo no som de interrupção que me causava pavor. Mas depois, analisando melhor, pensei que ficava estranho e sem graça não ter pelo menos um som na armação e efetivação da operação.

De tanto pensar tive uma ideia: por que não colocar no clique da operação o som de uma arma a ser preparada e o som de um tiro quando efetivada a operação? Boa, fiz o download dos sons, renomeei o arquivo e lá estava eu a dar uns tiros no mercado.

Esta simples ação, sem intenção nenhuma, foi somente para ter mais tranquilidade. Veio a ser o que realmente mudou a minha forma de operar e encarar o mercado do trading desportivo na Betfair.

Fiz uma analogia onde trading na Betfair é uma guerra de facto, mas uma guerra interminável, solitária e contra todos, onde para eu entrar nesta guerra preciso de inteligência, de uma estratégia bem formada. Preciso de armas, de munições, de controlo emocional e saber que estou sujeito a matar, assim como morrer.

Aí pensei que ao entrar numa guerra, jamais desejaria ferir-me e nem tão pouco morrer, gostaria sim de sair vivo, vencedor e ileso. Pensaria em barricar-me e ficar ali anónimo à espera do momento certo de atacar, porque numa batalha jamais daria o primeiro tiro para que não fosse atacado por vários ao mesmo tempo. Esperaria um momento onde todos estivessem a atirar distraídos e, dentro da minha estratégia, daria os meus tiros certeiros sem ser notado.

Jamais iria entrar numa batalha de peito aberto a atirar para tudo o quanto era lado, gastando a munição e expondo-me para que todos me vissem e me matassem rapidamente. Jamais ao ferir-me tomaria-me psicologicamente por um sentimento de vingança a tentar dar o troco a qualquer custo, porque enfraquecido estaria vulnerável a morrer facilmente.

Teria que primeiramente curar-me, restabelecer as minhas forças psicológicas e repensar a minha estratégia de guerra para voltar mais forte a lutar, porque muitas vezes a estratégia do adversário está melhor do que a nossa. E sabendo identificar isso, podemos melhorar a nossa, a ponto de vencer a batalha.

O trading na Betfair funciona desse modo. Existem mercados que podemos chamar de grandes batalhas, que se não formos inteligentes e sábios seremos mortos ou gravemente feridos.
Por isso, a partir destas ideias, comecei a encarar o mercado desta forma, como uma guerra interminável de várias batalhas, onde cada valor que entra no mercado se refere a um tiro que vem de alguma direção que nos tenta acertar.

Comecei a ser mais cauteloso, analisar mais o mercado, ver a hora certa de dar os meus tiros (entradas) e sair ileso do mercado. Nunca mais morri, poucas vezes me feri e os meus tiros agora estão quase sempre certeiros.

Mas esta guerra, como eu já disse, é interminável, onde só sobreviverão os mais fortes. 

Partilhar "A guerra do trading desportivo na Betfair" via: